Envol du Phénix, site accompagnant les transformations en cours.

CRISTO Ki-Ris-Ti

29/09/2014


MP3
    


Queridos irmãos e irmãs, eu sou Cristo, e eu venho ao seu encontro, neste dia de Celebração.
Eu venho dirigir-me a vocês na Consciência, e é aí, se vocês têm ouvidos para ouvir, que poderão perceber o que eu venho propor-lhes.
O que eu venho propor-lhes é muito simples.
Eu venho perguntar-lhes: vocês estão prontos para acolher-me?

Acolher-me é abrir, inteiramente, o que vocês são.
Acolher-me é acolher-se, a si mesmo.
Acolher-me é reconhecer-se na Fonte, reconhecer-se no Um, sendo o Um.
Acolher-me é reconhecer que eu estou em você, como você está em mim.
Acolher-me é reconhecer que nós somos Um.
Acolher-me é ter feito a totalidade do caminho de seus reencontros.
Acolher-me é ter abandonado o efêmero, tê-lo crucificado, para retornar ao Pai.
Acolher-me é ter reconhecido que você e o Pai são Um.
Acolher-me é ter revelado o Templo nesse mundo, realizando, assim, a Ressurreição.
Acolher-me é celebrar o Amor a cada sopro.
Acolher-me é viver o Êxtase do reencontro consigo mesmo.
Acolher-me é reconhecer o Silêncio.
Acolher-me é celebrar a Vida, reconhecer a Verdade.

Então, tomemos um tempo, no Silêncio das palavras, para acolher a Verdade.
Tomemos um tempo para que vocês possam acolher-me, inteiramente...

[Efusão]

Então, você sente a Alegria revelar-se?
Você sente a Felicidade fluir?
Você reconhece a Tri-Unidade que você É?
Você está pronto a abandonar nossa fraternidade, para ser o que eu Sou, e ser o que você É?
 
Assim que você me acolhe não há mais nem irmão, nem amigo, nem companheiro, nem noivo.
Há o que nós Somos, unidos na Verdade, fusão total.
Assim que você me acolhe, você vem fundir-se em si mesmo, dissolver-se no que você sempre foi.
Assim que você me acolhe, não resta mais nada da separação, mais nada dos julgamentos, mais nada dos sofrimentos, mais nada dos desejos.
Assim que você me acolhe, a Paz está aí, não mais efêmera, mas, sim, eterna.
Assim que você me acolhe, cada movimento é sua Dança, o Universo inteiro reconhece você, tanto na Dança como na imobilidade que precede toda Dança.

Há muito tempo de seu tempo que eu espero esse momento de nosso Reencontro, Reencontro a nós mesmos.
A Fonte deu seu Juramento, que vem fazer ressoar a Presença em cada parcela do que você É, que lhe dá a possibilidade de subir até ela, ultrapassando, assim, os véus da ilusão.

Assim você retorna a esse mundo, tal como eu o fiz, para celebrar-se a si mesmo.
Cada célula de seu Templo sente-o, vive-o, vibra-o.
Tudo está aí, porque você está aí.
Celebremos o Acolhimento...

Não há mais necessidade de palavras, mais necessidade de intermediário, assim que você me acolhe na Verdade.
Então, em função de sua vontade, eu lhe digo até sempre, até breve, até já.
Cabe a você ver...


Transmitido por Air
http://www.envol-du-phenix.org/